Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



TERNURA

Terça-feira, 04.09.07

"Desvio dos teus ombros o lençol

que é feito de ternura amarrotada,

da frescura que vem depois do sol

quando depois do sol não vem mais nada...

olho a roupa no chão: que tempestade!

Há restos de ternura pelo meio,

como vultos perdidos na cidade

em que uma tempestade sobreveio...

começas a vestir-te, lentamente,

e é ternura também que vou vestindo,

para enfrentar lá fora aquela gente

que da nossa ternura anda sorrindo...

mas ninguém sonha a pressa com que nós

a despimos assim que estamos sós!"

Poema de DAVID MOURÃO FERREIRA

Gosto muito do Poeta/Escritor David Mourão Ferreira, conheço algumas das suas poesias e outras obras.

O poema que transcrevo é um dos meus eleitos e hoje eu precisava de o reler, para nele me encontrar, em braços da ternura roubada.

Encher-me por momentos, de encanto e sonho, quero-me assim vestida de ternura para receber o mel da lua e sentir o abraço da noite.

assim vestida de ternura acordarei com a suspeita de um poema que cantarei amanhã.

para todos a quem roubam a ternura, deliciem-se com o Poema  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por dolce_vita às 20:16


10 comentários

De FELINO a 05.09.2007 às 11:53

Bem olá
Fiquei sem palavras. LINDO
Não tenho nada a dizer se não isto, porque se escrevo mais estrago tanta beleza.


Beijo
Ass: Felino

De dolce_vita a 05.09.2007 às 17:45

Como é fácil, fazer nascer um brilhozinho nos olhos de alguém. Foi o que fizeram as suas palavras e ...se disser mais estrago.
O Felino dá-me "cultura geográfica" ...eu embora de outros ,"cultura literária"afinal a vida não é uma partilha ?
muito ,muito obrigada.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Como é fácil, fazer nascer um brilhozinho nos olhos de alguém. Foi o que fizeram as suas palavras e ...se disser mais estrago. <BR>O Felino dá-me "cultura geográfica" ...eu embora de outros ,"cultura literária"afinal a vida não é uma partilha ? <BR>muito ,muito obrigada. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Ass:RS</A> <BR>

De saltapocinhas a 05.09.2007 às 15:01

Olá!
Tinhas um blog há tanto tempo e não dizias nada??
Gostei muito do teu cantinho, nem fazia ideia que eras poeta!
Um beijinho de outra adoradora do mês de Setembro!

De dolce_vita a 05.09.2007 às 17:57

olá
Esta forma "nova" de comunicação é preciosa para todos os que gostam de partilhar, momentos, fabular, contar, rir,chorar...e tanto e muito mais.
Setembro...é Setembro!
Gostei muito da tua visita.
Até dia 11
um bj
RS

De Zita a 05.09.2007 às 15:19

Temos de parar para pensar nas palavras que nos preenchem. Nao conhecia este poema, obrigada por me ter dado a conhecer.
Vou manter-me assidua na leitura deste blog, porque estou a gostar.

De dolce_vita a 05.09.2007 às 18:03

Obrigada pela visita
A escolha do poema foi uma necessidade pessoal, mas que achei ser também para outros.
As palavras são tantas vezes o conforto, o abraço...
para si mandarei outros poemas.
Um bj
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Obrigada pela visita <BR>A escolha do poema foi uma necessidade pessoal, mas que achei ser também para outros. <BR>As palavras são tantas vezes o conforto, o abraço... <BR>para si mandarei outros poemas. <BR>Um bj <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Ass.RS</A>

De devoltaoutravez a 05.09.2007 às 16:03

Olá!
Também gostei muito do poema e gostava muito de conhecer mais da obra de David Mourão Ferreira. Já lis os Amantes (penso que dele e que é este o título), já foi há uns anos e gostei muito.

De dolce_vita a 05.09.2007 às 18:07

Olá
Ainda bem que gostou, com todo o carinho escreverei outros do poeta.A partilha é viver com alma e verdade.
Um bj
Ass.
RS

De crescer_e_aprender a 05.09.2007 às 18:30

:D Muito obrigado! Fico sempre feliz por ouvir as suas palavras. Poema tão bonito, e revestido de tanta ternura.

Beijinhos minha qerida

De dolce_vita a 05.09.2007 às 18:48

Vale sempre a pena Amar, mesmo sabendo que esse estádo nos faz BEM/MAL.Mesmo quando nos dá insónias, dias carrancudos, nauseas,porque vem um dia que é ternura é paixão, é mel, é cor, é lampejo de luz...afinal é muito mais BEM/BOM.Ai que seria do AMOR sem paradoxos?!
E nós sem ele
RS

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30